Acidentes com crianças: como evitar?

acidentes-com-criancas-instituto-villamil-1

Acidentes domésticos são aqueles que acontecem nos locais onde moramos ou em seu entorno.  Acidentes com crianças são mais comuns do que imaginamos e, em todo mundo, trazem prejuízos graves à saúde das crianças e de suas famílias.

Os altos números de acidentes com crianças estão diretamente relacionados às características do desenvolvimento infantil, como: curiosidade e fragilidade. Dessa forma, é muito importante que as crianças sejam incentivadas a brincar de maneira livre e espontânea.

Entretanto, os pais, os familiares e os responsáveis devem ficar atentos e avaliar os riscos de acidentes que as crianças podem correr durante as brincadeiras dentro de casa. Isso porque estudos apontam que 90% desses acidentes em casa podem ser evitados com medidas simples de prevenção.

 acidentes-com-criancas-instituto-villamil-2A prevenção é a melhor forma de evitar que acidentes domésticos aconteçam.

 

O que fazer para evitar acidentes com crianças?

Os acidentes em casa podem acontecer quando a família menos espera. Por isso, devemos lembrar que os objetos e as situações que para os adultos não trazem riscos, podem ser muito perigosas para as crianças. Assim, é importante estar atento aos cuidados que precisam ser tomados em cada ambiente da casa para evitar acidentes:

Cozinha

A cozinha é um dos lugares mais perigosos para as crianças. Nesse  ambiente podem acontecer lesões por corte, queimaduras e intoxicações. Portanto, as principais medidas de segurança envolvem:

  • Manter os fios de eletrodomésticos recolhidos e tomadas protegidas;
  • Deixar os produtos de limpeza nas embalagens originais;
  • Trancar os produtos de limpeza em armários em que as crianças não consigam alcançar;
  • Utilizar os queimadores ou bocas do fogão de trás e lembrar-se de deixar as panelas com os cabos virados para trás;
  • Guardar objetos cortantes e perfurantes, como: facas, garfos, tesouras, saca rolhas, copos de vidro,  em gavetas ou armários com travas.

Banheiro

No banheiro, as medidas de segurança são:

  • Utilizar tapetes antiderrapantes e manter o piso do banheiro sempre seco;
  • Manter fechadas e travadas as tampas dos vasos sanitários;
  • Guardar em armários longe do alcance das crianças ou em gavetas com travas os medicamentos, os cosméticos e os aparelhos elétricos;
  • Em casos de aquecedores a gás, manter a manutenção sempre em dia e o banheiro bem ventilado;
  • Os fios de energia dos chuveiros devem estar em bom estado e presos no alto, as tomadas devem estar tampadas e protegidas;
  • Desconectar os aparelhos elétricos das tomadas, desligar e guardar após o uso; Uma vez que podem ser responsáveis por choques elétricos.

Sala

  • Os móveis devem ter pontas arredondadas, evitando quinas pontiagudas que causem ferimentos;
  • Manter aparelhos eletrônicos com fios presos e curtos para evitar o risco de acidentes, como: queimaduras e choque elétrico;
  • Guardar em armários altos e trancados as bebidas alcoólicas para que, dessa forma, não ocorram acidentes com intoxicações;
  • Guardar em armários altos e trancados os fósforos e isqueiros. Posto que, esses objetos, causam acidentes ligados a incêndios e queimaduras graves;
  • Por fim, as cortinas devem, preferencialmente, não ter puxadores em corda;

Quarto das crianças e dos adultos

  • As camas das crianças, assim como os beliches, devem conter proteção lateral e espaços entre as grades entre 5 cm ou 7 cm, assim é possível evitar acidentes onde as crianças prendam a cabeça;
  • Os móveis, como na sala, não devem ter cantos pontiagudos, mas arredondados para evitar lesões nas crianças.
  • As janelas devem ter telas de proteção. Além disso, é importante não ter móveis embaixo delas;
  • Os cobertores e lençóis das crianças devem ser presos no pé da cama, a fim de evitar acidentes de asfixia e sufocamento;
  • Colocar protetores nas tomadas, deixar os fios curtos e fora de alcance das crianças;

Corredores e escadas

  • Iluminas as escadas, colocar corrimão e piso ou proteção antiderrapante;
  • Evitar o uso de tapetes nas beiradas das escadas e nos corredores, pois esses objetos podem atrapalhar a circulação e provocar quedas;
  • Isolar as escadas com portões ou grades com tranca.

Lavanderia, jardim, garagem e varandas:

  • Fixar bem e manter as churrasqueiras  longe das crianças. Evitar o uso de álcool líquido devido ao risco alto de incêndios.
  • As piscinas devem ter proteções, como: muro, portão, grade ou cerca de proteção. Além disso, manter as piscinas cobertas por lonas ou capas evita o risco de afogamentos;
  • É importante lembrar que as crianças, sem dúvida, devem estar acompanhadas por adultos durante atividades de lazer na piscina;
  • Manter os objetos de jardinagem e substâncias químicas em armários altos e trancados;
  • Não manter plantas tóxicas em casa;

Quais são os acidentes com crianças mais comuns de acordo com a idade?

É importante que os lares sejam  ambientes seguros e adequados para que o desenvolvimento das crianças aconteça de maneira segura e sem risco de acidentes. Dessa maneira, os adultos devem conhecer os perigos  mais comuns para cada idade.

acidentes-com-criancas-instituto-villamil-3Pequenas atitudes podem garantir a segurança das crianças.

 

  • Do nascimento até 1 ano de idade: sufocamento e asfixia (mantas, cobertores, protetores de berço, quedas (trocador, cama, colo), queimaduras (água quente, cigarro), aspiração de corpos estranhos (botões, moedas), intoxicações.
  • 2 anos aos 4 anos de idade: asfixia, sufocação, quedas, afogamentos, intoxicações, choques elétricos, traumas.
  • 5 anos aos 9 anos de idade: atropelamentos, quedas, queimaduras, afogamentos, choques elétricos, intoxicações, traumas.
  • 10 anos aos 19 anos de idade: atropelamentos, quedas, afogamentos, choques elétricos, intoxicações, traumas.

 

Os acidentes no ambiente doméstico são comuns já que esse é o espaço em que as crianças costumam passar a maior parte do tempo, principalmente, no momento de Pandemia em que estamos vivendo.  Por esse motivo é importante investir em medidas de segurança, além de informar as crianças para melhor prevenção dos acidentes em casa.

 

 

LEIA MAIS:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on tumblr
Share on google
Share on pinterest

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

WhatsApp chat