Dor nas costas na gravidez

dor nas costas gravidez 2

Dor nas costas é um dos sintomas mais comuns da gravidez, principalmente nos segundos e terceiros trimestres. Porém muitas mulheres já têm este sintoma desde o início da gestação.

De acordo com estudos científicos, cerca de 70% das gestantes irão sentir algum tipo de dor nas costas, ou pelo menos um desconforto na região durante o tempo em que estiver grávida. Embora cause incomodo, na maioria das vezes a dor nas costas não é motivo de preocupação nem de perigo para mãe e bebê. Além disso, a maioria das pacientes relata melhora importante após o parto. Mas não é preciso esperar o bebê nascer para parar de sentir dor! Existem uma série de medidas que podem ser feitas visando o conforto da mãe.

Dor nas costas é uma queixa comum na gravidez.

O que causa dor nas costas durante a gravidez?

São vários as razões que explicam as frequentes dores nas costas que as pacientes sentem na gravidez. O útero em expansão muda o centro de gravidade da gestante, e quando aumenta de tamanho, enfraquece os músculos abdominais responsáveis pela sustentação da coluna. Dessa forma, há uma mudança natural na postura da mulher, com a presença de uma pressão sobre as costas. Outro fator importante é o peso extra que a grávida carrega, que é a soma do peso do bebê, do líquido amniótico, do peso ganho na gestação e do inchaço, que pode estar presente. Esse ganho de peso significa mais trabalho para os músculos e maior estresse nas articulações.

Vários motivos podem explicar a dor nas costas na gestação.

Também é importante ressaltar que os hormônios da gravidez podem contribuir de forma significativa para a dor nas costas. Conforme ocorre o avanço da gestação, um hormônio chamado relaxina é produzido, e leva à um amolecimento das articulações pélvicas. Assim, há uma diminuição do espaço entre os ossos da pelve, gerando a flexibilidade necessária para o parto. Contudo, a relaxina pode agir em outras articulações do corpo, principalmente na coluna vertebral e levar à dor

Tipos de dor nas costas na gravidez

Existem alguns tipos de dor nas costas na gravidez e é importante dizer que na maioria das vezes, ela é resultado das várias mudanças fisiológicas da gestação, não sendo motivo de preocupação excessiva.

– Dor lombar

A dor lombar se deve às modificações na postura pela mudança do centro da gravidade na mulher grávida. Nesses casos, ela tende a ser acompanhada por um aumento na curvatura da coluna, conhecido como hiper lordose.

A hiper lordose é um dos motivos para dor lombar.

– Dor ciática

É causada pela inflamação do nervo ciático (nervo que vai da região lombar até o pé) e pode ser acompanhada da sensação de formigamento ou fraqueza nas pernas. Muitas mulheres já têm dor devido à inflamação do nervo ciático antes de engravidar, e com as modificações da gravidez pode haver uma piora dos sintomas.

– Dor pélvica

É a dor mais comum na gravidez e se deve à soma de todos os fatores que levam às modificações no corpo da gestante. Nessa situação, a mulher pode se queixar de dor na porção mais baixa das costas e na região dos glúteos.

Quais outras condições de saúde podem causar dores nas costas?

Em uma minoria dos casos, a dor nas costas pode ser um sinal de algumas complicações na gravidez. Por exemplo, a dor pode ser decorrente de contrações uterinas e um sinal de trabalho de parto prematuro.

Ademais, outra condição que comumente leva à queixa de dor na região das costas, mais especificamente na lombar, é a infecção do trato urinário (ITU). Portanto, se a grávida apresentar sangramento vaginal, febre, ou dor e ardência ao urinar é importante entrar em contato com o obstetra para uma avaliação mais cuidadosa.

O que pode ser feito para prevenir a dor nas costas durante a gravidez?

Várias medidas podem ser tomadas para reduzir a dor nas costas na gestação. Por exemplo, é fundamental que a gestante use roupas confortáveis e sapatos adequados. O ideal é que haja preferência por sapatos de salto baixo (mas não planos) com bom suporte de arco, como sapatos de caminhada ou tênis. Por isso, os saltos altos devem ser evitados – eles inclinam o corpo para a frente e tensionam os músculos da parte inferior das costas.

A mulher também pode prestar atenção à sua posição ao sentar, dormir e levantar objetos. Se precisar ficar em pé por muito tempo, deve descansar um pé em um banquinho ou caixa para aliviar o esforço das costas. Outra dica é que, ao se sentar, é interessante escolher cadeiras com bom apoio para as costas ou colocar um pequeno travesseiro na região lombar, parte inferior das costas. Para dormir, uma boa dica é manter um ou ambos os joelhos dobrados. Também traz mais conforto colocar um travesseiro entre os joelhos e outro sob a barriga.

Dormir de forma adequada pode ajudar a aliviar a dor nas costas.

E para o tratamento e alívio da dor nas costas, o que pode ser feito?

Quando as medidas de prevenção já não estão sendo mais suficientes, o acompanhamento com um fisioterapeuta traz uma série de benefícios para a mulher grávida que se queixa de dor nas costas. Esse profissional pode sugerir alongamentos que fazem uma correção postural, fortalecem e alongam os músculos da perna e das costas e ajudam na preparação para o trabalho de parto e o parto.

A fisioterapia pode ser uma grande aliada no alívio da dor nas costas na gravidez.

Além dessas medidas, também já foi comprovado que exercícios na água, atividades que estimulam a flexibilidade e exercícios de respiração para relaxamento podem reduzir as dores. Algumas abordagens alternativas, como massagens, acupuntura e yoga também mostraram benefícios e diminuíram as queixas das pacientes.

Yoga e outras medidas alternativas também ajudam gestantes com dor nas costas.

Assista à live da Villa sobre “Dores na gravidez” e conheça mais sobre dor nas costas na gestação:

Saiba Mais:

Atividades físicas na gravidez: o que eu posso fazer?

Uso da acupuntura na gravidez como alternativa à medicação

Conheça o serviço de fisioterapia do Instituto Villamil

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on tumblr
Share on google
Share on pinterest

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

WhatsApp chat