Qual a relação entre o parto e a lua?

o-parto-e-a-lua-instituto-villamil-5

As fases e a mudança de lua podem ter influência sobre o parto? Isto é verdade ou é um mito?

É muito comum que grávidas no final da gestação ouçam que a mudança de lua é uma forcinha extra para estimular o início do trabalho de parto.

Mas de onde veio a relação entre o parto e a lua?

Essa é uma crença que remonta às civilizações antigas, em que a lua foi ganhando importância no dia a dia das pessoas. Para os povos da Babilônia por exemplo, a lua era um símbolo da vida através das mudanças que ocorriam ao longo do tempo.

Além disso, essas mesmas civilizações usavam a lua para contar o tempo. Os ciclos lunares duram 28 dias e as fases da lua trocam a cada sete ou oito dias. Esses 28 dias são os mesmos da duração medida do ciclo menstrual da mulher, e por isso o mês lunar passou a ser associado ao ciclo menstrual. Outra relação estabelecida é a de que a duração média das gestações é de cerca de 40 semanas, o que corresponde a 280 dias e 10 ciclos lunares completos.

 

o-parto-e-a-lua-instituto-villamil-1

Há muito tempo as civilizações associam o parto à mudança de lua

 

Uma outra forma de relacionar a lua ao parto e que também vem de sociedades antigas, diz respeito à influência que a lua tem sobre as águas, mais especificamente sobre as marés. Esta relação já foi comprovada cientificamente e pode ser observada no dia a dia pelas pessoas que moram perto das praias. Partindo desse princípio, acreditava-se que a energia da lua poderia influenciar no líquido amniótico, estimulando uma ruptura de bolsa amniótica e um consequente início do trabalho de parto.

Como a lua poderia influenciar a gestação e o parto?

Para a maioria das pessoas que acreditam nessa relação entre a lua os partos, seria a mudança de lua que estimularia o trabalho de parto. Principalmente a mudança para a lua em que ocorreu a concepção.

o-parto-e-a-lua-instituto-villamil-2

Acredita-se que a mudança de fases da lua pode estimular o início dos trabalhos de parto.

 

Ademais, existem pessoas que relacionam a fase da lua com a característica dos partos. Na lua nova, acredita-se que os trabalhos de parto são rápidos, tranquilos e com expulsões mais naturais. Assim como na lua crescente, em que os partos seriam esperados, tranquilos e que fluem de forma natural. Já na lua cheia, os nascimentos aconteceriam de forma inesperada e de emergência, com um maior número de partos prematuros. Por fim, na lua minguante o trabalho de parto aconteceria de forma mais demorada devido à uma maior lentidão na dilatação do colo uterino.

O que a ciência diz sobre a relação entre a lua e os partos?

Essa relação entre a lua, a taxa de natalidade e a ocorrência de partos tem sido motivo de estudos científicos ao longo do tempo. Especialmente, foram feitos muitos estudos sobre a influência que a lua cheia teria no início do trabalho de parto, já que por muito tempo também se acreditou que ela influenciaria nesse processo.

Existem estudos sobre essa relação em diversas partes do mundo. Um estudo na Áustria, feito entre 1970 e 1999, que analisou um grande período de nascimentos, não encontrou relação entre a taxa de partos e as fases da lua. Já outra pesquisa, feita na Itália, analisou 1248 partos por três anos e achou uma pequena alta no número de partos no segundo ou terceiro dia após o início da lua cheia.

Em estudo realizado nos Estados Unidos, também se analisou a relação entre as fases da lua e o número de partos. Dessa forma, os resultados estão representados no gráfico abaixo. De acordo com a análise estatística do trabalho, não houve correlação entre as fases da lua e os partos. Assim como também não houve influência da lua na presença ou não de complicações, como o parto prematuro.

o-parto-e-a-lua-instituto-villamil-3

No gráfico do estudo, os partos em relação as fases da lua. Em rosa está o número total de partos, em azul o número de partos sem as cesáreas eletivas e em verde o número de partos sem as cesáreas eletivas e as induções.

 

O que pensam os profissionais que assistem partos?

 

o-parto-e-a-lua-instituto-villamil-4

Embora não haja comprovação científica, há muitos médicos  obstetras, enfermeiras obstétricas e doulas, que acreditam nessa associação. Justificam que trabalham mais em certas fases da lua e dormem menos. E que isto justifica a sua crença nessa associação.

Leia também:

– Trabalho de parto: o que acontece nesse processo?

– Plano de parto: fundamental para um parto positivo!

– Indução do parto: como e quando fazer

Vídeos recomendados:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on tumblr
Share on google
Share on pinterest

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

WhatsApp chat